sexta-feira, 29 de setembro de 2017

COMO VIVER COM UM SALÁRIO MÍNIMO?


Hoje o salário mínimo no Brasil e de R$937,00.
Fico vendo muita gente reclamando que não para viver com o um salário desse, eu que costumo ser do “contra” concordo que não se vive apenas sobrevive.
Mas mesmo assim resolvi parar para pensar se eu fosse jogado no meio de SP com um emprego que me pagasse exactamente um salário mínimo. O que eu faria?Como sobreviver e ainda sair dessa situação para uma melhor e mais confortável.
Minha linha de raciocínio partiu das necessidades básicas como, alimentação e transporte e moradia.
A primeira coisa que faria era procurar um canto pra ficar o mais perto possível do meu emprego ,nas minhas pesquisas encontrei quartos compartilhados na região da penha e Aricanduva por R$300 reais .



Compraria uma bike parcelada bem simples ou pedia uma doação nas redes sociais ou na olx , sempre alguém tem alguma bike enroscada querendo dar ou vender por uma ninharia.


Para me alimentar compraria frutas para o café da manha , geralmente empresas dão almoço, mais se não der terá que cozinhar em casa ou arrumar uma boca de porco bem barata ora almoçar ou dependendo da distancia até um bom prato cairia bem, desde que num ultrapasse uns 10 reais por dia .
                 
Com o básico resolvido eu não abriria mão de um bom celular , que seria usado para estudar procurar empregos melhores, empreender e fazer infinitas coisas que com criatividade podem surgir oportunidades. Escolheria um modelo de mais ou menos uns R$500,00 ou se não tivesse como parcelar compraria um modelo mais xing ling e ia trocando conforme fosse juntando dinheiro.
E sem duvida não podemos esquecer de guardar alguma coisa ,por menor que seja o aporte ,uma coisa é fato dinheiro faz dinheiro então 10% iria para poupança ou algum outro investimento

Recapitulando custos mensais:

                                300,00 quarto
300,00 alimentação
50,00 bike
50,00 celular
93,70 aporte
74,96 INSS
56,22 vale transporte
924,88 Total

Como podem perceber ,sim é muito difícil viver com salario minimo, você vai morar mal comer mal e não terá nenhum luxo ou regalia , mais isso não quer dizer que é o fim.
Podemos estudar com inúmeros cursos grátis, a maioria das instituições de ensino oferecem cursos grátis a distancia.,você comprar pequenas coisas para revender desde trufas a gadgets ,e assim ir conseguindo evoluir em todos os sentidos.
Mesmo quem não tem uma renda tao restritiva pode tirar algumas lições e procurar viver abaixo de sua renda para encurtar o caminho da independência financeira .


 curso

Então o que você faria se fosse obrigado a viver com um salario mínimo e o que faria para sair dessa situação ??

14 comentários:

  1. Acho que existem inúmeros gastos surpresa q não constam aqui q podem fazer o orçamento sair do equilíbrio. Vou dar só um exemplo: remédio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de se conseguir bastante coisas nas farmácias dos postos de saúde e farmácias populares, todos por menos que ganhe tem que fazer um reserva pra não precisar entrar em divida nos pequenos “imprevistos”.

      Excluir
  2. Em São Paulo existem inúmeros trabalhos tipo "bico" que no fim do mês dão bem mais. Com um salário mínimo se tiver que pagar aluguel está ralado.
    Eu já vivi em uma pensão barata quando fui pra capital e outra cidade ai no brasil e é arriscado. Algumas abrigam cracudos e ladrões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A experiencia na cidade vai abrindo portas , também poderia rachar um aluguel melhorzinho com alguém, é uma opção.
      Quanto aos bicos tenho um amigo que já a um tempo atrás ganhava 70 a noite de garçom por 6 horas e uma folga por semana, fim do mês 1800, mais sem os direitos , como ele já tinham um trabalho de manha nem ligava pra INSS férias ….os dois trampos livrava mais de 3k por mês .

      Excluir
  3. No quesito alimentação, tem empresa que oferece ticket alimentação ou ticket refeição. Para economizar, é melhor pegar o ticket alimentação que você faz compras com ele e leva marmita para o trabalho.


    Eu tirava os aportes e colocava ai parcela de um curso técnico ou um curso de especialização. pois o melhor investimento é em você mesmo. A pessoa que se desenvolve em sua área tem muito mais garantias de obter um salário alto e além do mais poderia fazer uns bicos na área para ganhar mais dinheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No começo a graninha de aportes seria mais para formação de um colchão pra coisinhas que aparecem no dia dia como furar um pneu um remédio e também criar o habito de poupar , pois acho um valor muito baixa pra investir em algum curso , por isso dei a opção dos gratuitos que mesmo grátis tem seu custo de materiais e transporte . Outra opção é ver se a empresa paga algum curso já ajudaria também.

      Excluir
  4. Respostas

    1. Se tiver uma forma de sustento nesse tempo é um opção valida...
      abraço

      Excluir
  5. Viver com salário mínimo como em post que você escreveu a pessoa entraria em depressão em poucos dias ainda mais na capital de São Paulo. Mais vamos lá aceitar o desafio eu voltaria para casa do meus país tenho boa relação com eles, para ajudar em casa daria a metade do meu salário e me sobraria R$ 468 já aí economizaria na comida e moradia, transporte maioria das empresas dá o vale transporte, para diversão livros de uma biblioteca pública ou de amigos, em busca de melhorar a minha vida pouparia o máximo que pudesse do que sobrou do meu salário durante um ano pelos menos (compraria nada que fosse realmente necessário e de jeito nenhum faria uma prestação) faria cursos gratuitos presenciais pois assim poderia conhecer pessoas que poderia me indicar novo emprego ou bicos ou procuraria subir de cargo na empresa se fosse possível. No final das contas pode ser até possível viver com salário mínimo na cidade São Paulo mais sozinho e com qualidade de vida em não consigo imaginar uma situação favorável.


    ResponderExcluir
    Respostas

    1. E isso sozinho é mais complicado ainda , mais hoje em dia pra quem não for aposentado e nem recebe benefícios e muito difícil receber tao pouco ,eu pelo menos não conheço ninguém que não seja beneficiário do governo , trabalhando, receba tão pouco , mais é um exercício de imaginação pois mesmo alguém que ganhe um pouco mais pode tentar viver com o minimo para aportar o restante.

      Excluir
  6. É uma reflexão interessante, e ao mesmo tempo triste. Infelizmente essa é a realidade de muita gente no Brasil.


    Fiz meu fechamento de Setembro. Se quiser dar uma olhadinha, http://enriquecendo.club

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Junto com a baixa remuneração a falta de educação e responsabilidade financeira , essa realidade se torna ainda mais dura....

      Excluir
  7. Estou achando este celular muito caro. Eu compraria um usado por no máximo 300,00 reais. comprei um assim um: S3 Neo Duos. Faria o plano da Oi pré por 14,00 reais que dá 450 min. + 2,5 GB. Iria nesta linha também: trabalho regular de dia e uns bicos à noite de garçon, por exemplo.

    ResponderExcluir
  8. Ganhar um salário é duro e eu sei bem como é isso... Hoje ganho dois salários em média. Estava lendo uma matéria que falava que a renda média do brasileiro é de mil e duzentos reais. Poucos são os que ganham mais que isso. Veja o caixa do supermercado que você frequenta, o cara da lanchonete, o frentista do posto, o porteiro do teu trabalho,etc... Ganhando Dois mil em média mensal tenho um ganho acima de 79% dos trabalhadores do meu estado que fica no sudeste. É triste essa realidade!

    ResponderExcluir