domingo, 11 de outubro de 2015

Estar Onde Estou Não Me Faz Quem Eu Sou



Feriado de nossa senhora de aparecida ou dias das crianças , ótimo dia para refletir se nossos sonhos de criança eram coerentes.
Eu era uma criança sonhadora , nunca fui podado pelos meus pais mais por outro lado nunca fui incentivado a fazer nada , nem esportes nem cursos só me falavam para estudar , os poucos cursos e esportes que eu fiz foram incentivados pela turma , como artes marciais , SENAI , informática, inglês(sem sucesso nenhum). Mais era o que eles podiam oferecer no momento , nunca me faltou o que comer, beber , vestir e material escolar.
Acredito que meu potencial na infância deveria ter sido melhor aproveitado, eu era muito dedicado aos estudos , já com mais idade comecei cursos técnicos e nunca os terminei, tinha um salario médio na empresa devido a falta de profissionais na área e a zona de conforto do patrão.
Pensei que presente dar a uma criança nesse dia, acredito que a maioria da blogosfera já leu o pai rico e pai pobre e o sentimento que fica ao ler esse livro e por que não encontrei isso antes, talvez seja esse o presente que vou dar a uma criança próxima , pode ser que no momento não seja o que as crianças desejam mais no longo prazo pode ser um sementinha plantada.
Mudando de assunto agora a semana foi cheia , mais consegui fechar o objetivo da compra do veiculo que ainda estou em processo de revisão e transferencia e retoques farei um post comentando o processo de aquisição que pode ter ficado quase 10k abaixo da tabela , vou esperar terminar o processo para lançar os custos totais e ter os dados para a postagem , sei que carros são controversos na blogosfera então colocarei meu ponto de vista sobre eles 

Um sonho não vira realidade a partir de mágica. Você precisa de suor, determinação e trabalho duro” – Colin Powell, general americano

.
Os investimentos, fiz giros na carteira visando vários pontos :
mudança de corretora.
levantar capital para o negocio com o carro.
diminuir minha exposição em certos ativos.
tentar finalizar a carteira de FII e começar o balanceamento.
Agora nessa semana deixarei o dinheiro na conta da corretora para lançar ordens em FII e esperar que os preços cheguem no meu target.
Quanto a meu negocio tem melhorado minhas vendas e logo ficara inevitável ter um funcionário ,primeiro pela minha condição física e e segundo pelo excesso de trabalho de segunda a segunda.
Pretendo empreender em atividades paralelas aproveitar a crise e tentar criar negócios para vender posteriormente.
Quanto meu estado de saúde sem novidades talvez não toque mais no assunto pois minha condição não e motivo para ficar triste e sim me motivar ainda mais pois me vejo hoje fazendo coisas e conquistando o que antes eu não tinha motivação para fazer e complicado ver muita gente saudável forte com tudo na mão e não saírem da mediocridade .

Todo grande sonho começa na mente de um sonhador. Lembre-se de que você tem, dentro de você, a garra e a paciência para atingir as estrelas e mudar o mundo” – Harriet Tubman, ativista


Acho fiz um catado geral da situação em que me encontro,forcei-me a sair da zona de conforto e alçarei voos mais longos , outro ponto que não poderia deixar de comentar são as visitas dos amigos da blogosfera e estou tentando estar presente nos blogs parceiros , sei que pode parecer loucura mais acredito que nos próximos anos poderemos ter muitos milionários por aqui , a blogosfera tem um poder motivacional incrível não tinha noção disso ate começar a participar , e a cada dia tem gente nova no pedaço ,sejam bem vindos , já estou me sentindo veterano com dois meses de blog kkkk ..

então ótima semana a todos e quem puder da uma passada no blog do lyirical master que fez um post muito bonito homenageando a blogosfera ate logo.

16 comentários:

  1. Soldado, minha esposa e eu compramos para uma criança da família um livro educativo do Cerbasi da Turma da Mônica sobre finanças pessoais. Custou uns 50 reais, mas acho que vale muito a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uero alguma coisa que incentive a a criança a pensar e questionar , esse livro e ate 11 anos , vou procurar para ver se conteúdo não e muito infantil , obrigado pela dica .

      Aproveitando a gancho dei para um parente o livro geracao de valor do flavio augusto depois de um tempo perguntei se gostou ele não tinha nem lido rsrss mais minha parte eu fiz.

      Excluir
  2. Bom post amigo! Eu não posso reclamar, meus pais me ensinaram desde cedo a importância do trabalho. Lembro que quando completei 18 anos e tirei a carteira de motorista, meu pai tinha 2 veículos, um de passeio e uma caminhonete para o trabalho. O que eu pensei? Que beleza, completei 18, tenho carteira, e vou usar um dos carros do meu pai sempre que quiser.

    O que meu pai fez: Proibiu que eu usasse o carro dele, lembro até hoje do que ele disse: "Você quer andar de carro? Trabalhe para comprar o seu, por que o meu você não vai usar para passear não!".

    Eu odiei meu pai, fiquei muito triste, achei ele egoísta.

    Hoje, mais velho, vejo que foi a decisão mais acertada: Como vi que não seria mais um adolescente bancado pelo pai, decidi que teria que trabalhar, e não trabalharia em qualquer empresinha, eu entraria em uma multinacional ... Aí eu que já era bom aluno dediquei ainda mais, fiz curso técnico, consegui um estágio depois de muita luta e muitas entrevistas e "nãos", e com 10 meses numa multinacional fiz um trabalho tão bom que fui efetivado ... Aí sim as coisas melhoraram.

    Agradeço meu pai até hoje por esta atitude dele, tenho certeza que se ele tivesse me bancado eu seria mais um dos caras que ganha R$ 1.200,00 mês e gasta R$ 800,00 em balada, sem reserva financeira e com o carro financiado em 72 vezes.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é bem relativo.
      Meu pai bancou os três filhos. Eu, meu irmão e minha irmã.
      Hoje, ele é pai de um promotor de justiça, de um engenheiro e de uma auditora.
      Certeza que ele não se arrepende.
      Meu pai sempre deixou claro que teríamos tudo se a gente fizesse a nossa parte (estudar e trabalhar). Não trabalhar para se sustentar, mas para adquirir experiências.
      Lógico, que nem todo pai pode fazer isso. Mas, existem os que fazem. Com certeza eu farei isso para os meus filhos.
      Abraço!

      Excluir
    2. Acredito que não deva ser tento ao céu nem tanto ao inferno , cada pessoa reage diferente a certos estímulos , tem gente que sob pressão se motiva outros travam ou ficam reativos , quanto aos pais acredito que deve-se fazer o possível para não deixar faltar o básico , agora coisas como carro ,balada roupas de marca, deve ser conquistado pelas próprias pessoas, se os pais tiverem condições de oferecer mais deve ser exigido uma contrapartida melhor como no caso anom deu um ótimo retorno. Ate mais

      Excluir
    3. Equilíbrio é a palavra chave, sempre alerto para meus filhos o custo das coisas mesmo eles tendo menos de 10 anos, com isso eles mesmo ponderam quando pedir algumas coisas, principalmente nestas datas festivas.

      Excluir
  3. Bom post Soldado, gosto de ver a motivação de vocês com mais tempo de blog, talvez meu desânimo com algumas cosias me atrapalhe em certos pontos da minha vida, no mais gostei desse texto motivacional. Tentarei evoluir mais com vocês amigos de blogosfera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cuidado com as distrações, hoje é um dos maiores obstáculos para o crescimento.

      Excluir
    2. Não tenho muito tempo não , rsrs mais já acompanho a anos os blogs ,, fiz meu blog mais para interagir e por meu ponto vista aqui e ser um “diário” que me motiva a melhorar, o texto não era bem motivacional seria mais um apanhado geral da minha situação mas se servir como motivação fico muito feliz

      Excluir
  4. Bom post Soldado, gosto de ver a motivação de vocês com mais tempo de blog, talvez meu desânimo com algumas cosias me atrapalhe em certos pontos da minha vida, no mais gostei desse texto motivacional. Tentarei evoluir mais com vocês amigos de blogosfera.

    ResponderExcluir